skip to Main Content

Faça a Gestão de Absenteísmo e aprenda como solucionar este problema

A gestão de absenteísmo é uma das tarefas do setor de recursos humanos que tem impacto direto nos resultados da empresa, sobretudo no longo prazo. Por ser uma disciplina da que lida com o capital humano da empresa, a gestão de absenteísmo merece atenção especial dos responsáveis.
Trazemos informações sobre absenteísmo para te apoiar na transformação do conhecimento em resultados para seu negócio.

O que é o absenteísmo no trabalho?

O absenteísmo no trabalho é a falta de um colaborador ao seu local de trabalho ou ausência para as atividades. Um colaborador home office que deixe de entregar as tarefas do dia também cometeu absenteísmo.

Há três tipos de absenteísmo:

  • Propositais não justificados, quando o funcionário decide pela ausência e falha ao apresentar razões pela falta;
  • Propositais justificadas, quando o colaborador se ausenta do trabalho, mas apresenta razões justas: compromissos particulares, cuidados com familiares, emendas de feriados com aviso prévio e acerto de reposição de horas, são exemplos desse tipo de absenteísmo;
  • Doenças e causas não propositais, quando o colaborador é impedido de chegar ao trabalho (ou assumir a atividade).

Todo absenteísmo é indício de um problema

As faltas propositais justificadas podem representar um descompasso entre a vida profissional e particular do colaborador. Enquanto as doenças ou faltas não propositais podem indicar uma falha na empresa e na segurança dos funcionários.
O primeiro tipo, as faltas propositais não justificadas, é o tipo mais grave. Normalmente esse tipo representa uma série de falhas na organização e indica um alto índice de turnover.

planilhas de gestão de pessoas


Quais são as principais causas do absenteísmo no trabalho?

Saúde
Esse absenteísmo pode acontecer graças à incômodos físicos, provenientes de movimentos repetitivos, mas há também profissionais que se ausentam por esforços mentais e emocionais. A depressão é uma doença psicológica que gera altas taxas de absenteísmo.

Valorização
A falta de valorização é apontada como uma das principais causas de absenteísmo entre os profissionais.

Falhas físicas na empresa
Outra causa importante também surge quando a empresa falha em fornecer suporte para que o colaborador exerça suas atividades de forma adequada.

Gestão ineficiente
Salários atrasados, comunicação interna deficiente, falha em ouvir as reivindicações dos colaboradores estão entre as causas do absenteísmo relacionadas a gestão de pessoas inadequada.
Vale mencionar que a falta no trabalho representa uma perda ao colaborador, que deixará de receber os saldos referentes ao dia. Portanto, será sempre um fator de estresse entre empresa e funcionário.

Sendo assim, é importante que a organização seja capaz de avaliar quais são as motivações por trás daquela falta.

Como calcular e fazer a gestão de absenteísmo na sua empresa?

O indicador para fazer a gestão de absenteísmo é obtido considerando o número de colaboradores e os dias/horas de trabalho perdidos.

Passo a passo

  • Multiplique o número de colaboradores pelo total de horas e dias na jornada de trabalho;
  • Em outro cálculo, some todos os atrasos e as faltas, esse será o valor das horas perdidas;
  • Divida o número de horas perdidas pelo número de horas de trabalho e multiplique o resultado por 100.

Exemplo: uma empresa que produz peças tem carga de 8 horas diárias de segunda à sexta, totalizando 40 horas semanais. Essa empresa conta com 5 funcionários, portanto, são 200 horas semanais de trabalho. Chegando ao total de 800 horas mensais.
Na primeira semana do mês um colaborador faltou por 3 dias, na semana seguinte o mesmo colaborador faltou 1 dia, na terceira semana não houve absenteísmo, contudo, na última semana 2 colaboradores faltaram por 2 dias seguidos.

O cálculo de faltas mensais é:

  • 24 horas para a primeira semana (3x8h) + 8 horas da segunda semana (1x8h) + 32 horas da terceira semana (2x [2×8]).
  • O número total de horas perdidas foi de 64 horas neste mês.
  • A taxa de absenteísmo é: 64h/800h x 100 = 10,66%.

Segundo a ABCQ (Associação Brasileira de Controle de Qualidade), o índice ideal deve estar abaixo dos 1,5%. Sendo assim, essa empresa com 10,66% de absenteísmo apresenta deficiências de produtividade e má gestão de desempenho.

Quais as consequências de não fazer a gestão de absenteísmo na empresa?

Equipes de trabalho sobrecarregadas e funcionários insatisfeitos são dois sinais claros do absenteísmo. Além disso, gestores perdem o controle dos prazos, clientes ficam insatisfeitos e a pressa ou o estresse dos colaboradores reflete na qualidade do serviço prestado.

planilhas de gestão de pessoas


Como diminuir as taxas de absenteísmo?

Há recursos que você pode utilizar para diminuir as taxas de absenteísmo, veja abaixo:

Elabore estratégias para cuidar do clima organizacional

Manter a produtividade, reter talentos e diminuir o absenteísmo requer um bom clima interno na empresa. Ofereça ambientes motivadores, estabeleça metas, garanta que a equipe saiba quais são as métricas mais importantes para cada setor. Todas essas estratégias trazem bons resultados.
Para tanto, convém realizar pesquisas de clima com regularidade. Com elas você será capaz de identificar, na visão dos colaboradores, quais são os pontos que precisam ser melhorados na empresa.

Clique aqui e baixe a planilha de Pesquisa de Clima Organizacional em Excel e descubra como deixar a sua empresa atrativa aos funcionários, coletando dados e informações por meio de uma pesquisa formal de clima organizacional.

Tenha uma comunicação franca e eficiente

A comunicação eficiente evita problemas de relacionamento entre os profissionais e os setores. Invista em recursos que facilitem a organização e a demonstração dos dados relevantes para uma empresa
Seus colaboradores precisam ter consciência a respeito do que se espera deles dentro do ambiente de trabalho. É dever dos gestores informar, sem ressalvas, quais são as métricas mais importantes para cada setor.

Por exemplo, dizer “a empresa precisa vender mais” tem um significado que deve ser transposto em números, “no próximo trimestre devemos aumentar 5% das vendas, sobretudo do produto X.” Assim todos saberão quais são os próximos passos e o que precisam fazer para trazer resultados.

Crie planos de carreira e políticas de salários

O reconhecimento é um dos principais fatores de motivação e um aliado importante contra o absenteísmo.

Desenvolva políticas de reconhecimento que endereçam as necessidades e os valores dos funcionários. Avalie os perfis presentes nas suas equipes e busque recompensas que sejam valiosas para cada profissional. Valor esse que pode ser pessoal, como um curso, financeiro, como um abono, ou até mesmo psicológico, como um prêmio.

Há uma predileção nas empresas pelo aumento dos salários e também pela bonificação, mas também é possível estudar outros prêmios, como:

  • Dia de folga;
  • Viagens;
  • Acesso à cursos.

Enfim, contanto que todos os colaboradores saibam dos prêmios na data em que as metas forem estabelecidas, a empresa tem liberdade para definir quais serão as recompensas.

Qual é a diferença entre rotatividade, absenteísmo e turnover?

O turnover é um valor que mede a rotatividade de colaboradores em uma empresa. Organizações com altas taxas de turnover costumam ter baixa produtividade, pois falta engajamento e entrosamento entre os colaboradores.
A consultoria de Robert Half, em estudo avaliando diversos indicadores de desempenho de recursos humanos, mostrou que o turnover cresceu 38% em três anos (números ao redor do mundo). Só no Brasil as taxas aumentaram em 82%.

Deste modo, rotatividade, absenteísmo e turnover são causas e sintomas de um mesmo problema. O turnover é a taxa de rotatividade de pessoal em uma empresa, o índice entre contratações e demissões (ou pedidos de demissões). O absenteísmo é um sintoma prévio do turnover, pois um profissional ausente demonstra insatisfação e dá indícios de que vá deixar o cargo. E a rotatividade se refere ao fluxo de contratados. Uma outra maneira de expressar o turnover.
Sob todos os pontos de vista, organizar e gerenciar bem as taxas de absenteísmo está entre as atividades fundamentais de uma empresa. E para fazer o gerenciamento seguro dessas informações é preciso contar com uma ferramenta confiável e prática.

Faça o download da Planilha de Controle e Gestão de Absenteísmo em Excel gestão de absenteísmo

Agora que você já entendeu o conceito do absenteísmo, faça o download da Planilha de Controle de Absenteísmo em Excel. Com ela você tem indicadores de RH e pode acompanhar as faltas dos funcionários, fazer o cálculo das horas perdidas e ainda obter o percentual de absenteísmo com precisão. Todas as informações aparecem em dashboards práticos e intuitivos.

Nós da EvoluHub trabalhamos todos os dias para trazer conteúdos e ferramentas produtivas que facilitam a vida das pessoas em seus empreendimentos, independente da fase do negócio.
Aplique o que aprendeu e nos conte os resultados. Você aprende conosco e nós também aprendemos com as suas necessidades. Isso é sinal de inteligência.

Saiba mais sobre nós

Back To Top